+55 (19) 3554-9060 Atendimento via Whatsapp
[email protected] Atendimento via E-mail

O mercado da Construção Modular

Novos sistemas promovem edificações mais ‘limpas’, rápidas e deixam obras autogeridas e processos tradicionais cada vez mais para trás.

A construção civil é uma indústria muito fragmentada, de técnicas e produtividade muito rudimentares se comparada a outras do setor, como por exemplo, moveleira ou automobilística. Logo, esta vem como uma grande solução para essas deficiências e ainda agrega novas necessidades dos consumidores modernos, atualmente muito mais exigentes e que não mais aceitam a ideia de desperdício, demora na entrega, erros no cálculo de prazo ou valores orçados, além do desgaste com a mão-de-obra e a contratação de prestadores de serviço.


Os benefícios da construção modular são inúmeros, com destaque para as técnicas utilizadas, que são pensadas para que todo o processo seja feito em um único padrão industrial, em um ambiente controlado e eficiente, com desperdício próximo a zero, alta produtividade e escalabilidade, digitalização dos componentes e sub-componentes, buscando construir em menor tempo e a um menor custo. Antigamente, o processo que era realizado no canteiro de obras sujeito a sol, chuva e muitas variáveis, agora são feito dentro de fábricas trazendo um ganho de escala inimaginável ao processo tradicional de construção em alvenaria.


Você provavelmente já ouviu falar em Light Steel Frame e Wood Frame, sistemas que vêm ganhando espaço no Brasil e englobam construções que utilizam tecnologia de ponta para desenvolver estruturas modulares e pré-fabricadas em perfis de aço ou madeira.


Extremamente práticas, soluções como esta incluem conexões elétricas, hidráulicas, de gás e climatização, oferecem melhor isolamento térmico, acústico e, quando os blocos modulares chegam ao local de destino, os trabalhadores apenas precisam realizar a instalação nos pontos aos quais foram destinados no projeto, dispensando cortes, ligações ou outros recursos.


De acordo com Lucas Bonfogo, gerente técnico da Decorlit, os sistemas de construção modular aqui no Brasil, com a pandemia, tiveram uma aceleração no conceito que estava pegando tração, e hoje, já existem construções modulares de prédios residenciais, comerciais, hospitais, casas de campo, casas flutuantes, lojas comerciais do tipo franquia, mercados autônomos e até mesmo na ampliação corporativa de escritórios de empresas, empreendimentos estes que foram construídos em tempo recorde e alguns, inclusive, ganharam prêmios de arquitetura.